IX Congresso Catarinense de Obstetrícia e Ginecologia, IV Congresso Catarinense de Perinatologia

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

OUTCOME DA GESTAÇAO COM T. VAGINALIS: UMA REVISAO LITERARIA

Introdução


Sabe-se que a tricomoníase possui relação com parto pré-termo, baixo peso ao nascer, ruptura prematura de membrana e transmissão perinatal do T. vaginalis, não obstante a relação entre complicações obstétricas e a portabilidade do parasito ainda não seja completamente elucidada. O entendimento dos mecanismos já conhecidos torna-se, então, crucial quando se trata de desenvolver cuidados especiais e paliativos antes e durante o processo de parturição.

Métodos

O presente estudo se constitui como uma revisão de literatura realizada a partir de trabalhos científicos disponíveis nas bases de dados da Faculdade de Medicina de Botucatu, da Universidade Federal de Minas Gerais, SciElo, BioMed Central e periódicos do Arquivos Catarinenses de Medicina.

Resultados

Verifica-se que a infecção em reação ao parasito promove liberação local de citocinas, endotoxinas e substâncias como a fosfolipase A2 e sialidases, possivelmente ligadas ao início do trabalho de parto. Ainda, a ascensão dos microorganismos pelo trato vaginal e o mecanismo de invasão pelas membranas corioamnióticas e decídua se relaciona com a fragilização membranar e a uma maior possibilidade de ruptura e parto pré-termo. A invasão das membranas ovulares e contaminação do fluido amniótico direciona o mecanismo de transmissão secundária ao feto.
Para além disso, alguns estudos correlacionam que o tratamento, sobretudo a utilização de metronidazol, durante a gestação também possa aumentar os riscos de prematuridade e baixo peso, embora esta ainda seja a terapia medicamentosa orientada pelas atuais guidelines.

Conclusões

Dado o exposto, constata-se que os mecanismos do parasito quanto às complicações durante a gravidez permanecem sob penumbra científica, embora os resultados em si sejam bem esclarecidos. Em adição, que sejam orientados cuidados profiláticos para a tricomoníase e outras doenças evitáveis especialmente entre as gestantes, a fim de que se evitem maiores intercorrências.

Área

Ginecologia e Obstetrícia

Instituições

Centro Universitário da Fundação Assis Gurgacz - Parana - Brasil

Autores

Sthéfani Klock Thiesen, Wanessa Klock Thiesen