IX Congresso Catarinense de Obstetrícia e Ginecologia, IV Congresso Catarinense de Perinatologia

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

USO DE SONDA FOLEY ADAPTADA PARA TRATAMENTO DE CISTO OU ABSCESSO DE BARTHOLIN

Introdução

Aproximadamente 2% das mulheres desenvolvem um cisto ou abscesso de Bartholin pelo menos uma vez na vida. Apesar das opções de tratamento disponíveis, as recorrências relatadas são comuns, e muitas vezes com alto custo exigindo internação, anestesia ou sedação e gastos hospitalares de centro cirúrgico e equipe multidisciplinar. O uso do cateter balão tipo Word como procedimento de consultório para o manejo do cisto e do abscesso de Bartholin tem sido bem descrito e indica alta aceitação pelo paciente, baixas taxas de recorrência a curto prazo e redução de custos. No entanto, o cateter Word não está disponível para uso no Sistema Único de Saúde e apresenta custo elevado.O objetivo desse estudo é apresentar uma proposta de tratamento, feito com uma Sonda Foley pediátrica, adaptada, para tratamento dessa patologia.

Métodos

Para realização do cateter adaptado foi utilizado uma Sonda de Foley de duas vias, número 6, a qual foi cortada em ambas as extremidades e em uma delas amarrada com fio de seda. O procedimento será realizado em ambulatório, com aplicação de analgesia local com lidocaína e então aberto orifício para passagem da sonda a qual será inflada com 3ml de água destilada. O cateter será mantido por 4 a 6 semanas.

Resultados

A literatura existente para orientar a escolha do tratamento ainda é insuficiente e o tratamento ideal para os cistos e abscessos do ducto de Bartholin ainda não está claro. Em uma revisão sistemática publicada não houve superioridade entre os tratamentos descritos e sugere que a escolha pode depender das características do paciente e dos recursos e experiência do profissional.
O tratamento de fistulização com cateter é antigo e com bons resultados. O cateter Word é bem tolerado para o tratamento de cistos e abscessos de Bartholin com poucos e nenhum efeito colateral grave.

Conclusões

Ainda são necessários ensaios clínicos randomizados e controlados comparando estratégias terapêuticas comuns para estabelecer a melhor terapia disponível para essa condição. A adaptação de uma sonda de Foley pode ser uma opção acessível e de baixo custo.

Área

Ginecologia e Obstetrícia

Autores

Margel Pivetta Cantarelli, Roxana Knobel, Gisela Traut Kirst, Eimi Nascimento Pacheco, Maria Elizabeth Andrade Galeno Carvalho, Guilherme Rossi Dos Santos, Luciana Santos Pimentel, Clarisse Salete Fontana, Sergio Murilo Steffens, Alberto Trapani Jr