IX Congresso Catarinense de Obstetrícia e Ginecologia, IV Congresso Catarinense de Perinatologia

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

EFEITO DO CLORIDRATO DE METFORMINA SOBRE A VARIAÇAO DO PERFIL LIPIDICO E DO INDICE DE MASSA CORPORAL EM GESTANTES OBESAS.

Introdução

Avaliar a variação do perfil lipídico e do Índice de Massa Corporal (IMC) de gestantes obesas e o efeito do Cloridrato de Metformina nesta variação.

Métodos

Ensaio clínico randomizado realizado em uma maternidade pública de Joinville / SC, desde 1/10/2014 até 25/01/2018. As grávidas obesas (IMC ≥ 30,0) foram randomizadas em dois grupos: grupo Metformina (206) e grupo controle (218). Apenas o grupo de estudo recebeu Cloridrato de Metformina de 500 mg, duas vezes ao dia. Foram realizados exames laboratoriais de colesterol total (CT), lipoproteína de baixa densidade (LDL), lipoproteína de alta densidade (HDL) e triglicerídeos (TG) em um primeiro (semanas ≤ 20), segundo (24-28) e terceiro momento (32-34). Todas as informações obtidas foram inseridas no software Microsoft Excel versão 2016 e, posteriormente, analisadas através do software Statistical Package for the Social Science (SPSS), versão 21.0. As variáveis quantitativas foram apresentadas através de médias e desvios-padrão e as qualitativas através de frequências absolutas e relativas. O teste T foi aplicado para compara r médias, o teste U de Mann-Whittney para medianas e o qui-quadrado para proporções. As distribuições das variáveis estudadas foram determinadas a partir do teste de Kolmogorov-Smirnov. Em todos os modelos analíticos, foram considerados significativos valores p inferiores à 0,05.

Resultados

Na análise do perfil lipídico entre os grupos, durante a gestação, foi observada uma diferença significativa na variação do HDL (10,4vs.4,6; p<0,01) e do TG (55,8vs.71,5;p<0,01), entre o grupo controle e metformina, respectivamente. Dentro do grupo de estudo, foi observado aumento do CT (174,0 vs. 204,5;p<0,01), LDL (91,2vs.112,0;p<0,01), HDL (56,6vs.63,9;p<0,01) e TG (119,0vs.166,0;p<0,01) do 1º para o 2º momento. Entre o 2º e o 3º momento, observou-se aumento apenas do TG (166,0 vs. 190,5; p < 0,01). Dentro do grupo controle, foi observado aumento do CT(179,0vs.215,0; p<0,01), LDL (96,4vs.113,8;p<0,01), HDL (56,4 vs.64,0,p<0,01) e TG (130,5vs.167,5;p<0,01) do 1º para o 2º momento. Entre o 2º e o 3º momento, observou-se aumento apenas do IMC (37,7vs.39,0;p=,04).

Conclusões

Foi observado efeito do Cloridrato de Metformina somente sobre o HDL e os Triglicerídeos na variação do perfil lipídico da população estudada. Não foi observado efeito sobre o IMC.

Área

Ginecologia e Obstetrícia

Instituições

UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE - Santa Catarina - Brasil

Autores

ANDREZA IOLANDA APATI PINTO, LUCIANE HARITISCH, GUILHERME DIENSTMANN , IRAMAR BAPTISTELLA DO NASCIMENTO , JEAN CARL DA SILVA, MATHEUS LEITE DE SOUZA, WILLIAN BARBOSA SALES