IX Congresso Catarinense de Obstetrícia e Ginecologia, IV Congresso Catarinense de Perinatologia

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

RELATO DE CASO DE ONFALOCELE ATIPICA

Relato de Caso

Paciente MRPS, 28 anos, primigesta, encaminhada ao serviço de Medicina Fetal do Hospital Materno Infantil Presidente Vargas por onfalocele atípica e escoliose fetal, após diagnóstico com 13 semanas e 5 dias. Realizou a primeira avaliação nesta instituição em 26 de dezembro de 2018 com 17 semanas e 4 dias, quando foi confirmado diagnóstico de onfalocele atípica com aparente concentração do intestino no terço médio do cordão umbilical e possivelmente localizando parte do cordão no espaço celômico, foi observada membrana em continuidade com o feto (banda amniótica) e suspeita de escoliose no terço médio da coluna. Paciente foi submetida a amniocentese em 04/01/18, resultado 46XX. Realizou RNM fetal em 21/03/18 que confirmou os achados de defeito de fechamento da parede abdominal anterior, contendo segmentos de delgado que não apresentavam dilatação e estavam recobertos por membrana amniótica. Realizou ecocardiograma fetal em 02/04/2018 com achados dentro da normalidade. Foi internada em 18/04/2018 com 32 semanas e 6 dias devido a oligodramnia (ILA de 4,1). Permaneceu internada em acompanhamento e em ultrassonografia do dia 04/05/2018, com 36 semanas, foi evidenciada provável ruptura da onfalocele, identificando-se alças do intestino delgado e grosso boiando no líquido amniótico. Realizada interrupção da gestação no dia 18/05/18 com 38 semanas, quando foi confirmada a ruptura de onfalocele e escoliose. O RN foi submetido a cirurgia pediátrica logo após o nascimento para correção de onfalocele.

Área

Ginecologia e Obstetrícia

Autores

marcela sachet nuernberg, suellen alberton orben, eloa sachet nuernberg, Samira Valvassori, Luisa da silva, Jorge Telles